Governo Chinês bloqueia completamente o WhatsApp no país

Segundo especialistas em segurança entrevistados pelo jornal americano “The New York Times”, no dia 20 de Setembro deste ano o WhatsApp Messenger deixou de funcionar completamente no território chinês. O famoso aplicativo de troca de mensagens era o único produto do Facebook que ainda estava funcionando na China: o próprio Facebook foi bloqueado em 2009 e o Instagram em 2014.

Após Facebook e Instagram, WhatsApp é bloqueado na China!

O governo chinês já havia tomado algumas medidas para bloquear o aplicativo anteriormente. Em Julho as funções de troca de imagens e vídeos já haviam sido bloqueadas, mas as trocas de texto ainda funcionavam. A medida faz parte de uma série de ações de segurança que precedem uma grande reunião do Partido Comunista que ocorrerá no mês de Outubro.

Novo Firewall

Esta medida sugere que a China tenha desenvolvido um software especialmente para interferir na troca de mensagens e impedi-las. Alguns especialistas em segurança digital reportaram que a China fez uma atualização recente no Firewall da internet do país inteiro, capaz de detectar e bloquear um protocolo utilizado pelo WhatsApp em todas as suas mensagens de texto.

Apesar disso, o bloqueio não ocorreu imediatamente e ainda no dia 20 de Setembro alguns poucos usuários conseguiam trocar mensagens. Porém, por volta do dia 23 o WhatsApp parou de funcionar completamente. Entretanto, esta não foi a primeira vez que ele deixou de funcionar dentro do território chinês.

Além do bloqueio completo da troca de vídeos e imagens que já havia ocorrido anteriormente, a própria troca de mensagens apresentou interrupções intermitentes neste ano antes de terem sido completamente bloqueadas em Setembro, mas voltavam a funcionar pouco tempo depois.

Quais foram as razões para o bloqueio?

O governo chinês não emitiu nenhum tipo de nota oficial sobre o bloqueio do WhatsApp em seu território, entretanto, especula-se que o bloqueio ocorreu por causa da criptografia dupla utilizada pelo aplicativo de troca de mensagens. Além disso, o Facebook também não costuma colaborar muito quando o governo solicita quebra de sigilo dos usuários, motivo que já levou a suspensão do serviço do WhatsApp aqui no Brasil.

Dessa forma, os chineses passam a contar apenas com o WeChat, um aplicativo de troca de mensagens semelhante, mas que fornece informações sobre seus usuários sempre que solicitado pelo governo chinês.

O Facebook não comentou o bloqueio.

Tem algum comentário ou opinião sobre a notícia? Deixe um comentário logo abaixo e compartilhe com a gente!

Loading Facebook Comments ...

Deixe o seu comentário